Uma das consequências mais evidentes da vida acelerada que levamos é que, a falta de conexão com os alimentos e o sedentarismo estão resultando em inúmeros problemas de saúde, entre eles o colesterol alto. 

No entanto, o colesterol é uma substância que não só existe normalmente no organismo, como é fundamental para a sobrevivência, garantindo o bom funcionamento das células e sistema nervoso. O problema acontece quando o colesterol LDL (o colesterol ruim) está alto e começa a se fixar nas paredes das artérias, bloqueando a circulação sanguínea, mas a boa notícia é que alguns alimentos podem ajudar a baixar o colesterol de forma natural.

Mas, antes de falar sobre os alimentos que podem nos ajudar a baixar o colesterol, vamos entender mais sobre esta substância, tida como a grande vilã? 

Como está seu colesterol?

Para desvendar o exame de colesterol, é preciso compreender os valores considerados ideais pela Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). Para a entidade, os valores ideais de colesterol total, HDL e triglicérides entre pessoas de baixo, médio ou alto risco são: colesterol total: Abaixo de 190; HDL: acima de 40 e triglicérides: abaixo de 150.

Já os valores máximos de LDL (colesterol ruim) são separados dependendo do grau de risco do paciente. É considerado risco baixo valores abaixo de 130; risco intermediário, quando está abaixo de 100 e, finalmente, risco alto quando os valores ficam abaixo de 70.

Fatores de risco

O desenvolvimento do colesterol alto depende, basicamente, do estilo de vida que levamos. Entre os principais estão o fumo, obesidade, sedentarismo, histórico familiar e a alimentação. Não se esqueça que, pessoas com diabetes também são mais suscetíveis a possuírem baixos níveis de colesterol HDL “bom” e níveis elevados de colesterol LDL “mau”, já que assim como o tabagismo, o açúcar elevado no sangue pode danificar as paredes arteriais.

Quais os sintomas do colesterol alto

O colesterol alto é uma doença silenciosa e a única maneira de saber os níveis de colesterol é através do exame de sangue. O que acontece é que, o excesso de colesterol pode gerar um depósito de gordura no fígado, que pode gerar sintomas, como: inchaço na região do abdômen, sensibilidade na região da barriga, halitose, dores de cabeça e fadiga.

Alimentação e colesterol

A primeira coisa que você deve fazer, caso descubra que está com o colesterol alto, é adequar o estilo de vida, abandonando de vez por todas o sedentarismo e adotando uma alimentação saudável. Porém, dependendo do nível do colesterol é preciso fazer um tratamento com o medicamento indicado pelo seu médico. Em ambos os casos, no entanto, é essencial manter o equilíbrio na alimentação, comendo certos alimentos e evitando outros. Veja abaixo quais são eles:

Alimentos que aumentam o colesterol

Queijos amarelos, camarão, biscoitos amanteigados, sorvete, creme de leite, gema do ovo, carnes vermelhas gordas, bacon, chantilly.

Alimentos que diminuem o colesterol

Ameixa preta, couve-flor, mamão, azeite de oliva virgem, pão e massa integral, aveia, cenoura, pêssego, feijão, vegetais, figo, ervilha, aipo, alho cru, uva, peixes gordos e grãos integrais no geral.

Como baixar o colesterol? Veja algumas dicas

Aumente a ingestão de fibras, evite os alimentos que aumentam o colesterol, pratique exercícios físicos, não pule as refeições, evite o álcool e o cigarro e troque a manteiga pelo azeite.

BR-NON-00487 PRODUZIDO EM NOVEMBRO/2020

Você Sabia?

Um estilo de vida saudável é fundamental para manter e melhorar o bem-estar e a saúde!

O segredo está nas pequenas mudanças em sua vida. Não fumar, evitar o consumo de bebidas alcoólicas em excesso e manter um peso adequado são algumas das muitas formas que existem para iniciar uma vida saudável.  

O segredo está nas pequenas mudanças em sua vida.

casal-correndo

Já conhece os nossos livros de receitas?

Clique e veja aqui

É possível comer bem e de forma saudável! Baixe nossos LIVROS DE RECEITAS e descubra pratos deliciosos que irão favorecer a sua saúde.