O diabetes é uma doença crônica e sem cura que está diretamente relacionada ao funcionamento do pâncreas, órgão que produz hormônios importantes para o sistema digestivo, entre eles a insulina, principal regulador do nível de glicose no sangue. Será que você já conseguiu entender o diabetes?

Entendendo o diabetes um pouco mais a fundo: de acordo com as necessidades do organismo, o pâncreas produz e libera insulina em maior ou menor quantidade, controlando o consumo de glicose, fonte de energia para as atividades do corpo.

Quando há disfunção na produção de insulina, acumula-se glicose na corrente sanguínea, o que pode causar o desenvolvimento do diabetes.

Primeiros Sinais

Na maioria dos casos, o diabetes é uma doença silenciosa, mas alguns sinais podem estar associado com o início da doença, tais como: aumento da sede, maior vontade de urinar ao longo do dia e visão turva ou embaçada.

Decifrando o Diabetes

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), uma glicemia (taxa de glicose no sangue) de até 100 mg/dL em adultos é considerada normal.

Valores entre 101 e 125 mg/dL, correspondem à fase pré-diabetes e a glicemia acima de 126 mg/dL caracteriza o quadro de diabetes.

O quadro neste caso foi desenvolvido ao longo da vida, em qualquer idade, mas especialmente em pacientes adultos, após os 40 anos , é denominado diabetes tipo 2.

Diabetes Tipo 2

A e forma mais comum que da doença. Nesse tipo o corpo produz insulina, mas sua quantidade não é suficiente ou esta não age de forma adequada. Por isso, dependendo do comprometimento do corpo, o tratamento inclui o uso de insulina.

Diabetes Tipo 1

Esse tipo é mais raro, e acomete especialmente crianças, adolescentes ou jovens adultos.

Ele se desenvolve quando o pâncreas para de produzir insulina, pois o corpo passa a atacar ou destruir as células beta-pancreáticas, relacionadas com a produção do hormônio.

Fatores de Risco

Alguns fatores podem ser relacionados o desenvolvimento e agravamento do diabetes, principalmente o tipo 2:

  • Obesidade
  • Sedentarismo
  • Hipertensão
  • Taxas elevadas de colesterol e triglicérides
  • Uso contínuo de medicamentos à base de cortisona
  • Hereditariedade
  • Álcool e tabagismo
  • Idade
  • Estresse

adaptado de: https://www.diabetes.org.br/publico/diabetes/fatores-de-risco

Há ainda outros tipos de diabetes, como o gestacional e o insipidus.

Entendendo outros tipos de diabetes: gestacional

Pode aparecer nos estágios finais da gestação e, geralmente, desaparece após o nascimento do bebê.

Estudos apontam que mulheres que tiveram esse tipo de diabetes têm maior probabilidade de desenvolverem o tipo 2 posteriormente.

Diabetes Insipidus

Esta forma pode ser manifestada em consequência da presença de um tumor na região do hipotálamo ou da hipófise, traumatismo craniano grave ou lesões causadas em cirurgias nesta região.

A condição requer reposição hormonal.

Complicações do Diabetes e Doenças Associadas

O diabetes descontrolado pode ocasionar o desenvolvimento de outras doenças, como:

  • Problemas na visão
  • Impotência sexual
  • Infecções na pele e nas unhas
  • Feridas nos membros inferiores de difícil cicatrização
  • Neuropatias
  • Distúrbios cardíacos e renais
  • Apetite elevado

adaptado de: https://www.diabetes.org.br/publico/complicacoes/complicacoes-do-diabetes

Entendendo o diabetes, você vai perceber que se realizar atividades físicas regularmente, ingerir alimentos saudáveis, não manter vícios como fumar e consumir em excesso bebidas alcoólicas pode evitar o surgimento da doença e melhorar sua qualidade de vida.

Entendendo o diabetes: é possível controlar e até prevenir a doença?

Como toda doença crônica, o Diabetes requer alguns cuidados específicos específicos, que podem variar com a fase da doença e o tipo dela.

Aproveite para mudar os hábitos da sua rotina, inserindo nela atividades físicas e o consumo de uma alimentação mais saudável.

Alimentação: prefira uma dieta rica em fibras e com menor ingestão de carboidratos e doces, orientada e baseada em um cardápio personalizado, para equilibrar o que você gosta e o que precisa comer.

Exercícios: criar um programa regular de exercícios físicos e manter uma vida ativa ajudarão sua saúde em vários aspectos, contribuindo para seu bem-estar físico e emocional.

Além de uma alimentação balanceada e a prática de exercícios físicos regulares, é importante seguir as prescrições de medicamentos e as orientações da equipe médica multidisciplinar, adaptando seus hábitos.

Fique atento(a) aos sinais e sintomas e, na dúvida, não pense duas vezes em procurar o médico.

Referências:

https://www.diabetes.org.br/publico/diabetes/fatores-de-risco https://www.diabetes.org.br/publico/complicacoes/complicacoes-do-diabetes Acessado: 15 de abril de 2021

BR-NON-00486

Você Sabia?

Um estilo de vida saudável é fundamental para manter e melhorar o bem-estar e a saúde!

O segredo está nas pequenas mudanças em sua vida. Não fumar, evitar o consumo de bebidas alcoólicas em excesso e manter um peso adequado são algumas das muitas formas que existem para iniciar uma vida saudável.  

O segredo está nas pequenas mudanças em sua vida.

casal-correndo

Já conhece os nossos livros de receitas?

Clique e veja aqui

É possível comer bem e de forma saudável! Baixe nossos LIVROS DE RECEITAS e descubra pratos deliciosos que irão favorecer a sua saúde.