A caminhada é um ótimo primeiro passo para movimentar o corpo. Por mais natural que possa parecer, o simples fato de andar pelas ruas, parques ou onde você tenha fácil acesso, já trazer benefícios ao corpo.

Mas depois de um tempo caminhando, qual o momento de começar a correr e intensificar suas atividades físicas? Como saber se já é o momento de avançar? E quais os cuidados que devemos tomar para evoluir neste esporte com segurança? 

Vamos às dicas! 

Alongamento

alongamento para evoluir da caminhada para corrida

Alongue muito bem a musculatura antes de começar qualquer exercício físico. Assim você prepara o corpo para o impacto. Atenção extra para quem vai correr na praia, porque na areia a exigência muscular é maior;

A hora certa


Um programa de caminhada dura em geral oito semanas, no melhor horário para seu estilo de vida. A ideia aqui é deixar seu corpo adaptado ao movimento e despertar para a atividade física. A caminhada deve ser feita de forma consciente, com o corpo ativo – muito diferente de uma volta no supermercado ou na praia. Neste momento o exercício ainda é leve, então você deve conseguir falar com facilidade, transpirar um pouco e elevar levemente sua frequência cardíaca média (FCM);

Calçados e postura


Para correr, o ideal é ter um tênis para caminhada com amortecimento de impacto, além de ser mais confortável, proporciona uma boa postura durante a corrida. A postura também é importante para não sobrecarregar os músculos do pescoço, além de facilitar a respiração. Então, pé no chão e olho no horizonte!

Trotes leves

Quando sentir que já está com o corpo preparado e confiança em seus passos, tente aumentar o ritmo da caminhada e alternar o tempo com trotes leves. É interessante revesar o tempo entre a caminhada e a corrida pouco a pouco, fazendo 30 segundos mais leves e 30 segundos mais rápidos.

Trotes


Com corpo e mente adaptados ao novo ritmo de exercícios, é chegada a hora de correr. Mas calma! Comece com trotes por 10 a 20 minutos. Leve em consideração o que seu corpo diz e não force mais do que pode. A evolução virá com o tempo. Vale também mudar de rota a cada treino para deixar o percurso mais divertido e dinâmico. 

Ritmo crescente

Quando os 10 minutos de trote ficarem leves demais, sua respiração suavizar e seu ritmo cardíaco não subir tanto, é a hora de começar corridas um pouco mais rápidas. Pode aumentar 5 minutos a cada semana, lembrando que você deve sempre se sentir bem. Ninguém melhor que você para saber dos limites do seu corpo. Pouco a pouco chegaremos lá! Melhor levar mais tempo em cada etapa do que se machucar. Vale ainda procurar um grupo de corrida, um aplicativo bacana ou um profissional para te ajudar a definir metas para seu programa de exercícios.

Fontes:

https://www.confef.org.br/confef/comunicacao/clipping/1211

https://cref1.org.br/informe/fiscalizacao-nas-corridas/

http://www.espn.com.br/blogs/ativo/764124_da-caminhada-a-corrida-5-dicas-para-ajudar-voce-nessa-transicao

BR-NON-00917

Você Sabia?

Exercícios curtos trazem efeitos benéficos

A atividade física tem efeitos benéficos na sua saúde física e mental, promovendo o seu bem-estar e aumentando a sua qualidade de vida.

Bastam 30 minutos de exercício, 5 dias por semana, para sentir os efeitos não só no corpo, mas também na mente. A prática de exercício aumenta sua qualidade de vida e a sensação de bem-estar, melhora a atividade cardiovascular e respiratória, ao mesmo tempo que tonifica o seu corpo.

Bastam 30 minutos de exercício, 5 dias por semana.

Contribui ainda para a perda de peso, e ajuda a melhorar sua autoestima.

Não importa o tipo de exercício que você escolha fazer. Sozinho ou acompanhado, o importante mesmo é não ficar parado.

Já conhece os nossos livros de receitas?

Clique e veja aqui

É possível comer bem e de forma saudável! Baixe nossos LIVROS DE RECEITAS e descubra pratos deliciosos que irão favorecer a sua saúde.